segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

24ª Postagem !!! (ui)

E para comemorar nossa vigésima quarta postagem, nada mais original:

Jovem descobre que namorada grávida era travesti


O amor algumas vezes realmente é cego, mudo e sem tato.
Um jovem de 19 anos se apaixonou por uma mulher, ela engravidou e o casal
foi morar junto, em Cocal do Sul. Tudo como manda o figurino, isso se seis
meses depois ele não descobrisse que ela não poderia engravidar, não tinha
nem mesmo os órgãos sexuais femininerdade,era um travesti. Com a
revelação, na última quinta-feira, ele teve que ser hospitalizado.

O rapaz a conheceu em um bailão há cerca de seis meses e foi amor à primeira
vista. Os dois apaixonados mantiveram relações sexuais e, no fim da "festa",
se despediram. Um mês depois, a jovem bateu na porta da família do ficante e
pediu abrigo: ela estava grávida do jovem de 19 anos.

A sogra adorou a surpresa e prontamente aceitou a nora de braços abertos. O
futuro papai também ficou feliz com a novidade. A barriga começou a crescer
e os dois viveram alguns meses em perfeita harmonia, até que a relação
começou a passar por algumas crises amorosas.

Entre uma discussão e outra, a mulher apanhou e, acompanhada da sogra, foi
até a delegacia de Cocal do Sul para registrar um Boletim de Ocorrência, na
quinta-feira. No local, deu o nome de Bruna de Souza. Rapidamente, o sistema
informou erro, não havia ninguém com este nome. "Começamos a suspeitar de
algo errado. Mesmo apresentando uma gravidez aparente, pensamos se tratar de
alguém que havia fugido de casa ou que estivesse com mandado de prisão em
aberto. Passamos a investigar quem realmente era aquela moça", informa o
Policial Evandro Carlos Rodrigues.

Para a surpresa dos investigadores e mais ainda da família que abriu as
portas para a Bruna, a moça era um homem, está com 19 anos e é natural de
Gravatal. O susto foi tão grande que o companheiro teve que ser internado às
pressas no hospital do município: ele teve um mal súbito com a notícia de
que a mulher era marido.

O jovem não entendeu nada porque o casal mantinha relações sexuais e ele
não havia percebido que a moça tinha órgãos masculino. "O rapaz contou que
sempre que se relacionavam, ela apagava a luz e comandava as ações. Em todos
estes meses, ela não havia permitido que o companheiro tocasse as suas partes
íntimas e, por isso, ele não percebeu nada", explica o policial.

Já sobre a gravidez de Bruna, era apenas uma reação psicológica. Ela
creditava tanto que estava grávida, que o corpo passou a desenvolver a
barriga. "O travesti aparentemente era uma mulher, enganava bem e não tinha
os traços masculinos", acrescenta Evandro.

-

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Suicida?

Inclusão digital + Photo Brush + Ensino Fundamental Incompleto =
ví lá no: buzz

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Motorista atropela 36 crianças para desviar de gato no Japão

Um motorista atropelou hoje (27/10) 36 crianças e um adulto ao desviar de um gato na cidade japonesa de Shizuoka.

Cinco das crianças ficaram gravemente feridas quando o carro invadiu a calçada onde alunos de uma creche faziam fila para ir a um museu, informou a Polícia local, citada pela agência Kyodo.
As crianças atropeladas têm entre quatro e cinco anos, e o adulto que também foi atropelado quando as acompanhava é um jovem de 23 anos.A Polícia de Shizuoka, ao sudoeste de Tóquio, deteve o motorista do carro, de 59 anos, por negligência.

"Um gato apareceu na minha frente e tentei desviar dele. Foi então que dei uma virada à esquerda no volante e bati", disse o motorista, segundo a Polícia.

-

Ufa...
Ainda bem que o gato está bem...